A escolha de carreira é uma decisão que muda a vida de qualquer pessoa. Alguns seguem seus instintos e aptidões, aliados às condições socioeconômicas, investindo em um sonho. Outras preferem acompanhar o mercado de trabalho e as oportunidades que ele abre.

Em ambos os casos, todos estão suscetíveis a mudanças e a expandir seus horizontes com novos conhecimentos, habilidades e caminhos. E hoje vamos falar um pouco mais sobre a transição de carreira para a área de tecnologia.

Qual é o panorama atual do mercado de TI no país?

Atualmente, o segmento de tecnologia já representa 4,5% do PIB brasileiro, segundo dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Esse número é um reflexo do avanço da tecnologia e de como a modernização das empresas tornou-se algo essencial para que essa grande engrenagem (ou melhor, disco rígido) continue funcionando.

E quanto mais implementada for a cultura de tecnologia na vida das pessoas, a tendência é de que esse número aumente.

Por que tantos profissionais têm procurado transicionar para TI?

Se você acha que os números do tópico anterior e a alta demanda são a única resposta para essa pergunta, está enganado. Nos últimos anos, a imagem da área de tecnologia vem mudando, e muito! Largamos mão daquele cenário onde tecnológico é sinônimo de distante, inacessível e utópico. Abraçamos tudo isso como parte do dia a dia das pessoas.

A coexistência da rotina “normal” com a tecnologia permitiu que muitos desenvolvessem interesse, encontrando ali uma paixão, um motivo, uma oportunidade.

A democratização da tecnologia é responsável não só pelo crescimento da área de TI, mas também pelo desenvolvimento de soft skills necessárias para realizar a transição de carreira para essa área.

Os salários também são um diferencial: com valor atrativo que gira entre R$ 4.850 e R$ 7.050 para profissional de nível júnior, segundo o G1, representa uma oportunidade de uma nova vida para muitos brasileiros.

Como se preparar para uma transição de carreira para a área de TI?

Se você leu até aqui e agora está se questionando sobre o quanto a área de TI tem sinergia com o seu futuro profissional, temos algumas dicas para ajudar você a ingressar no mercado e não ficar para trás:

#1. Faça um plano de carreira:

A área de TI é extremamente específica e tem espaço para diversos tipos de profissionais. No entanto, ela requer autoconhecimento e determinação. Montar um plano de carreira pode ajudar você a se localizar e encontrar o lugar ideal.

Comece com perguntas simples: o que você almeja para os próximos 5 anos? Como pode se especializar mais? O que está em alta na área?

#2. Conheça os principais setores de atuação e entenda um pouco sobre cada tipo de profissional. Entre eles, estão:

– Programador/desenvolvedor

– UI/UX Designer

– Cientista/analista de dados

– Analista de Business Intelligence (BI)

– Gestor de Projetos

#3. Especialize-se: é preciso de bastante estudo para atuar na área. Você não precisa estar 100% familiarizado com tudo, mas precisa começar de algum lugar e estar sempre se atualizando.

Algumas plataformas oferecem cursos online gratuitos e podem ser uma porta de entrada para algo maior.

#4. Tenha a evolução como um hábito constante:

O mercado tecnológico se transforma muito rapidamente e não tem espaço para quem fica parado. É preciso acompanhar as mudanças e ter a vontade de crescer como um pilar

#5. Confie em quem entende: tenha como referência quem está no mercado de maneira sólida e buscando crescimento constante.

A Runtalent, há quase duas décadas atua no mercado de tecnologia no objetivo de localizar os profissionais mais qualificados do mercado de acordo com as necessidades de cada negócio.

Quer se aprofundar em mais conteúdos sobre tecnologia? Acesse o nosso blog e confira nossos outros conteúdos!